Unidades móveis de vacinação

Unidades móveis de vacinação

SUMÁRIO

A invenção de não uma, mas de várias vacinas contra a Covid-19 foi um dos maiores destaques de 2020. A vacina é a medida mais segura e eficaz para controlar o vírus e acabar com a pandemia. Cerca de 70% da população precisa ser imunizada para atingir o efeito desejado. No entanto, embora tenha demorado menos de 12 meses para desenvolver a vacina, pode demorar mais para completar a vacinação. O processo não está progredindo tão rapidamente quanto desejado. Os desafios são muitos, incluindo fatores como alto número de pacientes que requerem hospitalização, falta de infraestrutura necessária para iniciar a vacinação de forma rápida e eficiente e acesso limitado para pessoas que vivem em áreas remotas ou rurais.

DESAFIO

Como a vacinação nos hospitais não é uma opção neste momento, os governos estão buscando formas eficientes de estabelecer postos de vacinação temporários. No entanto, o processo de configuração é desafiador por alguns motivos. Normalmente, esses locais não são adequados para fins semelhantes e demoram um pouco para começar a funcionar. Além disso, sua disponibilidade é limitada e é difícil alcançá-los para quem não reside na cidade, especialmente para idosos. Devido à acessibilidade difícil, a vacinação é retardada e o planejamento se torna ineficiente, o que às vezes resulta no descarte de vacinas não utilizadas.

TOPOLOGIA

SOLUÇÃO

A instalação de unidades móveis de vacinação é um método eficiente, ajudando a acelerar o processo geral, melhorando a acessibilidade ao público. O princípio é muito semelhante aos postos de teste drive-thru. A unidade pode ser instalada rapidamente em quase qualquer lugar, mesmo em áreas rurais, e exige poucos recursos de pessoal.

A unidade móvel de vacinação inclui controle de acesso térmico para medir a temperatura dos pacientes e conceder ou negar acesso com base no resultado. Automatizar esta etapa diminui o risco para os funcionários, pois reduz o contato com pessoas potencialmente infectadas.

Os dados da unidade de controle são enviados para o banco de dados médico e compartilhados com a recepção e a equipe médica. Todos esses dispositivos são conectados à rede pelo roteador celular RUTX11 - LTE Cat 6, fornecendo conectividade com e sem fio e garantindo redundância de rede com funcionalidade dual SIM.

Como as vacinas são altamente sensíveis às mudanças de temperatura, os sensores BLE são instalados no freezer e se comunicam com o roteador por Bluetooth. O roteador envia os dados para a plataforma Medical IoT por meio do protocolo MQTT. Um alerta é configurado para notificar a equipe sempre que houver qualquer alteração nas métricas de temperatura. Dessa forma, minimizam-se as chances de que tais alterações afetem a qualidade da vacina.

BENEFÍCIOS

  • Implantação rápida em um único dispositivo - RUTX11, que atende a todas as necessidades de conectividade.
  • A mobilidade desta solução permite realocá-lo em questão de horas.
  • Confiabilidade garantida por SIM duplo com failover automático e WAN de backup.
  • Segurança de dados fornecidos por Firewall, várias opções de VPN, Filtro da Web e Controle de Acesso.
  • Fácil configuração garantida por um pequeno ecossistema da solução, utilizando conectividade com e sem fio para dispositivos, e o Bluetooth para conectar os sensores direto ao roteador.
  • A escalabilidade permite configurar rapidamente vários locais de vacinação móveis em locais onde eles são mais necessários, especialmente áreas remotas com pessoas com acessibilidade limitada.

POR QUE TELTONIKA NETWORKS?

A Teltonika Networks vem desenvolvendo equipamentos de rede profissional há mais de décadas e tem longa experiência em uma variedade de setores, incluindo o setor médico. Compreendendo a natureza da solução, podemos oferecer um produto que atenda aos requisitos essenciais dessa solução, como segurança de dados de nível superior, implantação rápida, configuração fácil e mobilidade. Tal configuração não teria um profissional de TI presente; portanto, é essencial que seja simples de usar para todos os membros da equipe e não requeira nenhum treinamento especial. No entanto, se ocorrer algum problema de TI, ele poderá ser resolvido remotamente usando o Sistema de gerenciamento remoto (RMS) da Teltonika Networks.